Blog Publicidade e Propaganda

Crise... Que crise? não há crise que resista à uma boa propaganda

  - Publicidade: Atividade profissional dedicada à difusão pública associadas a empresas, produtos ou serviços. Propaganda: Modo específico de apresentar informação sobre um produto, marca, empresa ou política que visa influenciar a atitude de uma audiência para uma causa, posição ou atuação

Publicidade: Atividade profissional dedicada à difusão pública associadas a empresas, produtos ou serviços. Propaganda: Modo específico de apresentar informação sobre um produto, marca, empresa ou política que visa influenciar a atitude de uma audiência para uma causa, posição ou atuação

 

Por Humberto Mendes

Desde a minha mais tenra idade, fim dos anos cinquenta no século passado, trabalhando em propaganda sempre ouvi os mais velhos e melhores profissionais se lamentando das crises em que vivíamos, não só naqueles dias mas também das próximas crises que certamente ainda viriam, mas o que ninguém pode negar, é  que até as mais duras crises eram enfrentadas e vencidas pelo profissionalismo de uma atividade, a propaganda, que já naqueles tempos era solução para todo tipo de problema que aparecesse, na indústria no comércio e em todos os segmentos de nossa economia.

Ao mesmo tempo em que muito se falava em crise também se trabalhava com denodo e muita perseverança para enfrentar e vencer os desafios que fatalmente interfeririam afetando marcas e produtos em  todos os nossos mercados. É claro que alguns perdiam com as chamadas crises, e esses eram aqueles que se comportavam e ainda se comportam hoje como a avestruz que diante de um perigo qualquer,  faz um buraco no chão e enfia a cabeça para se esconder de seu próprio medo, também se escondiam, pensando que ao cortar seus investimentos em comunicação estariam fazendo economia e, historicamente o resultado desse tipo de atitude é a perda de seu próprio mercado para outras marcas que não pararam e nem param de se comunicar.

Temos grandes exemplos disso: na crise de 29 nos Estados Unidos, marcas como Caterpillar, Coca Cola, Westhinghouse, Texaco, Esso, Ford e tantas outras continuaram investindo em comunicação de marketing, encarando a grande crise como uma espécie de véspera de solução. Ou seja, mostrando para elas próprias e para o mundo, que não há crise que resista às ações da boa propaganda elaborada por boas agências e veiculada nos bons meios de comunicação.  

No Brasil não foi e nem é muito diferente. Durante todas as crises que já vivemos, marcas como Maizena, Hipoglos, Coca Cola, Ford, General Motors, Goodyear, Johnson & Johnson,  Casas Pernambucanas, Antarctica, Brahma, Omo, Gillete, Casas Bahia, Skol,  e tantas outras, com crise ou sem crise, com guerra ou sem guerra, jamais pararam de se comunicar com o seu público consumidor, mantendo incólume sua boa publicidade e o resultado final, todos sabemos, não perdem mercado, muito pelo contrário, ampliam cada vez mais sua participação nas vendas e na valorização cada vez maior de suas marcas, valendo acrescentar, que, geralmente  não dão a menor chance para a entrada de outros concorrentes no mercado.

Nos meus mais de 60 anos trabalhando em propaganda já vivi no meio de algumas guerras e crises que assolaram o mundo. Bem recentemente, tivemos uma crise em 2009 nos Estados Unidos em que havia um executivo que pela sua imprevidência, perdeu tudo: cama, mesa e banho e chegou ao absurdo de ter que dormir no seu próprio carro, residência que perdeu a razão de existir no momento em que a financeira o tomou por falta de pagamento. O problema por lá foi muito duro, para os imprevidentes, repito: para os imprevidentes.

Mas também aprendi ao longo de minha vida profissional que não devemos agir como o avestruz, mas devemos sim, acreditar em nosso país, em nossa capacidade de trabalho, enfim, acreditar que crise é véspera de solução.

 

* Humberto Mendes é um dos mais conhecidos e prestigiados publicitários do País, VP Executivo da Fenapro. Se você tiver o privilégio e a sorte de conhecer pessoalmente o mestre, vai ter a chance de ouvir lições simples mas pragmáticas, às vezes um pouco ácidas, mas de resultados eficazes.

ÚLTIMAS POSTAGENS EM Publicidade e Propaganda

COPYRIGHT © 2015 TUDOECONOMICO.COM | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS