Coluna por Cristóvam Colombo

50 anos da regulamentação da profissão do Administrador

  - Administrador de empresas e ex - presidente CRA-Piauí.

Administrador de empresas e ex - presidente CRA-Piauí.

Por Cristóvam Colombo Areia Leão

Há cinquenta anos foi regulamentada a profissão do Administrador, através da Lei Federal n. 4769/65, de 09 de setembro de 1965, sancionada pelo Presidente da República Humberto Castelo Branco.

A denominação inicial da categoria profissional foi de Técnico de Administração, embora fosse uma profissão de nível superior. Através de justificativas do Conselho Federal de Técnicos de Administração, sobre a denominação da categoria profissional com o nome de Técnico de Administração, o que se confundia com uma profissão de formação de nível médio, houve uma exposição de motivos no sentido da mudança do nome da categoria profissional para Administrador, tendo sido acatado pelo Presidente José Sarney, que através da Lei Federal n. 7.321, de 13 de junho de 1985, foi alterado a denominação de Conselho Federal e dos Conselhos Regionais de Técnicos de Administração, com a seguinte redação:

Art. 1º - O Conselho Federal de Técnicos de Administração e os Conselhos Regionais de Técnicos de Administração passam a denominar-se Conselho Federal de Administração e Conselhos Regionais de Administração, respectivamente.

Parágrafo único. Fica alterada, para Administrador, a denominação da categoria profissional de Técnico de Administração.

Esta foi uma das conquistas da categoria profissional de Administrador.

As atribuições da profissão do Administrador entre outras estão relacionadas na  descrição sintética:

• Realizar tarefas inerentes às áreas de planejamento, organização, direção e controle.

• planejar, coordenar e acompanhar a prestação de serviços técnico-administrativos, fazendo cumprir leis e regulamentos com função do interesse público e a serviço da comunidade;

 • participar de estudos de política organizacional, diagnosticando e efetuando análises situacionais, propondo soluções e mudanças à sistematização e operacionalização de projetos, integrando equipe multi profissional;

 • redigir pareceres, relatórios e laudos, em situações que requeiram conhecimentos e técnicas de administração, analisando situações e propondo alternativas para decisão superior, considerando os aspectos gerais;

• realizar pesquisas e estudos relacionados com a análise, planejamento, implantação, controle e solução dos problemas relacionados a administração de pessoal, classificação de cargos, organização e métodos, seleção e treinamento, administração orçamentária e outros;

• executar outras tarefas correlatas.

Toda organização precisa de Administrador, pois tudo passa pela Administração. Segundo Peter Druker “Não existe País desenvolvido ou subdesenvolvido e sim, País bem administrado ou mal administrado”.

Parabéns colegas ADMINISTRADORES. SUCESSO!

Cristóvam Colombo Matos de Areia Leão é administrador de empresas. Foi presidente do CRA- PI, superintendente da Escola de Governo do Piauí e atua como gestor organizacional de empresas e instituições públicas. 

ÚLTIMAS POSTAGENS EM Cristóvam Colombo

COPYRIGHT © 2015 TUDOECONOMICO.COM | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS