Ministério da Agricultura impulsiona atividade agrícola no Matopiba

As principais ações do projeto giram em torno da promoção de assistência técnica e da ascensão social da classe média.

Brasília, DF - O desenvolvimento agropecuário das regiões Norte, Nordeste e dos estados que compõem o Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) foi destacado pelo secretário de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo, Caio Rocha, durante coletiva de imprensa de prestação de contas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

As principais ações do projeto giram em torno da promoção de assistência técnica e da ascensão social da classe média. A extensão rural nas cadeias mais dinâmicas e a garantia de acesso à capacitação e formação profissional também foram dois pontos abordados no projeto.

Rocha destacou que o Mapa está promovendo ações para o fortalecimento das cadeias produtivas, levando em consideração as prioridades de cada unidade da Federação. No Rio de Janeiro, em São Paulo e no Distrito Federal, a agricultura orgânica é mais forte.

Em Minas Gerais e no Espírito Santo, o café é o produto que representa segmento amplo no setor e deve ter mais ações para o seu desenvolvimento.

Já nas regiões de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, o leite representa 62,6% da produção leiteira brasileira.

De acordo com Rocha, a meta do ministério é dobrar as exportações de leite até 2018. Com o ritmo das negociações, a ministra Kátia Abreu se mostra otimista:

“O leite é um produto importante para o Brasil. De 5 milhões de produtores da bebida, 1,2 milhões ‘tiram’ leite e 850 mil vendem. A produção está subindo e o consumo não está alcançando esse tamanho. Temos que tomar providências para ampliação de mercados internos e externos”, disse. 

Fonte: Tudo Econômico

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


COPYRIGHT © 2015 TUDOECONOMICO.COM | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS