Safra recorde de soja impulsiona exportações nordestinas

Os principais exportadores são a Bahia (46,1%), o Maranhão (38,3%) e o Piauí (14,8%).

Fortaleza, CE – Nos primeiros sete meses do ano, as exportações do Nordeste totalizaram US$ 9,3 bilhões, incremento de 33,3% em relação ao mesmo período de 2016. O resultado foi impulsionado, principalmente, pela safra recorde de soja que motivou aumento de 97,2% no volume de vendas externas e 91,2% na quantidade embarcada.

Principal item da pauta, a soja responde por 13,9% das exportações nordestinas. Os principais exportadores são a Bahia (46,1%), o Maranhão (38,3%) e o Piauí (14,8%).

A decomposição das exportações nordestinas por fator agregado mostra que, no período em análise, as vendas dos produtos básicos (22,8% da pauta) aumentaram 35% frente ao período de janeiro a julho de 2016. As exportações de semimanufaturados (30,4%) e manufaturados (44,2%) cresceram 24,7% e 38,7%, respectivamente.

Quanto aos países de destino das exportações nordestinas, China (20,6%), Estados Unidos (15,5%) e Argentina (11,6%) foram responsáveis por 47,7% do total exportado e registraram crescimento de 52%, 29,6% e 39%, respectivamente, nos primeiros setes meses do ano.

A pesquisa é realizada pelo Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), com base  em dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). O Etene é o órgão de pesquisas do Banco do Nordeste e os dados estão disponíveis no endereço www.bnb.gov.br/diario-economico-2017.

Fonte: Com informações do Banco do Nordeste

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


COPYRIGHT © 2015 TUDOECONOMICO.COM | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS