Entidades realizam ‘Bazar’ para vendas de mercadorias apreendidas pela Receita Federal

No total, são 23 toneladas de mercadorias diversas como confecções, calçados, cobertores, brinquedos, eletrônicos, acessórios para carro, maquiagem, cosméticos, perfumes e artigos para pescaria.

Teresina, PI - Esta sendo realizado no CCA -, Centro Comunitário de Aprendizagem Joaz Souza, Unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Piauí (SENAI-PI), um Bazar Solidário, com mercadorias doadas pela Receita Federal. As vendas iniciaram, nesta segunda-feira, (3) e prossegue até o dia 9 deste mês. O CCA fica localizado na Rua Ceará, no bairro Rodoviária, em Parnaíba.

Os produtos foram apreendidos pela Receita em Ponta Porã, município do Mato Grosso do Sul que faz divisa com a cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Após criteriosa seleção entre as entidades cadastradas junto Receita Federal, as doações foram destinadas para a Fundação Padre Antônio Dante Civiero (Funaci), de Teresina e para a Associação de Paes e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Luís Correia.

No total, são 23 toneladas de mercadorias diversas como confecções, calçados, cobertores, brinquedos, eletrônicos, acessórios para carro, maquiagem, cosméticos, perfumes e artigos para pescaria. A entrada dos compradores será feita mediante apresentação de um ingresso que está sendo vendido por R$ 5,00 no local do Bazar, na Banca do Louro, na Praça da Graça e no Café no Ponto, no Centro da cidade.

Conforme explica o presidente da Funaci, Paulo Cruz será permitido à entrada de grupos de 30 pessoas de cada vez, devendo permanecer cerca de 20 minutos dentro do Bazar. É neste período de tempo que cada comprador deverá escolher as mercadorias que lhe interessarem. Ele ressalta ainda que será permitida a compra máxima de mil reais por CPF. Ou seja, cada pessoa terá o direito de levar até mil reais em mercadorias, cujo pagamento será feito em dinheiro ou nos cartões de crédito e débito à vista nas seguintes bandeiras: Visa, Mastercard, Elo, Hiper, HiperCard e American Express.

O Bazar está sendo preparado com todo o carinho e com produtos de alta qualidade que estarão à venda bem abaixo do valor de mercado. “Temos muita confecção, lingerie, pantufas, meias, patinete, patins, som de carro e etc.”, informou Cruz. De acordo com o diretor da APAE de Luís Correia, Antônio Flávio, todo o valor arrecadado será dividido entre as duas entidades e serão.

Aplicados nos projetos internos. “Esta é a segunda vez que APAE recebe doação da Receita Federal e a Funaci está sendo contemplada pela quarta vez. Quando a Receita faz a doação, previamente a instituição já havia enviado a solicitação por meio de projetos que são analisados e posteriormente aprovados. Passamos por um processo e avaliação bem criteriosos e ficamos felizes porque as instituições foram aprovadas”, disse. A iniciativa teve o apoio da Federação das Indústrias do Piauí (FIEPI), por meio do presidente Antonio Jose de Moraes Souza Filho, que disponibilizou toda a estrutura da unidade para as adequações que viabilizassem o sucesso do Bazar Solidário. Segundo a coordenação do evento, a localização e a área de acesso das pessoas são fatores indispensáveis para que tudo aconteça dentro do previsto. Durante toda a semana o Bazar Solidário terá início às 8h com término às 17h.

Fonte: Com informações da Fiepi



COPYRIGHT © 2015 TUDOECONOMICO.COM | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS