Startups são selecionadas para financiamento pelo Programa Inova Piauí

5 projetos que chegaram à esta etapa, 11 foram selecionados para receber investimentos de até R$ 60 mil.

Teresina, PI - Na última terça-feira (5), representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PI) promoveram a última etapa do processo de pré-aceleração das startups participantes do Programa Inova Piauí, voltado para o desenvolvimento tecnológico e incorporação de inovação nos setores produtivos do estado, que disponibiliza R$ 840 mil para ser distribuído entre os projetos selecionados.
 
Nesta última etapa, os coordenadores das startupstiveram cinco minutos para apresentarem suas ideias para uma banca composta por empresários e representantes da Fapepi e do Sebrae-PI. Dos 15 projetos que chegaram à esta etapa, 11 foram selecionados para receber investimentos de até R$ 60 mil.

Segundo o coordenador de Inovação da Fapepi, Eulálio Campelo, os projetos selecionados atendem as demandas sociais do Piauí. 
“As startups que participaram da banca final têm um grande potencial de virarem empresas de sucesso e cases para o estado do Piauí. Elas passaram pelo crivo de profissionais experientes da área de inovação, além de empresários e nós esperamos que elas fiquem maduras o suficiente para trazerem frutos tanto para os seus criadores, quando para a sociedade piauiense e para o ecossistema de inovação que estamos fomentando com os editais da Fapepi”, afirmou.
 
O Inova Piauí é o primeiro programa da Fapepi no âmbito da inovação, e motivado pelas recentes mudanças na legislação nacional, como o Marco legal da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) sancionado em janeiro do ano passado. Com isso, através do Governo do Estado, o programa, investirá R$ 4,1 milhões em 18 meses. 
 
De acordo com o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, o principal objetivo do programa é fazer com que pesquisas na área da inovação consigam chegar à sua etapa final, que é o retorno social e econômico a população. “Este é um programa que seleciona as melhores ideias, proporciona capacitação de aperfeiçoamento, forma empreendedores e leva para o mercado a busca por investidores. A pesquisa só é inovadora se for aplicada, beneficiando a população e gerando renda. Com certeza é um grande avanço para o Piauí e para o Brasil”, destaca.

Fonte: Com informações do Governo do Piauí

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


COPYRIGHT © 2015 TUDOECONOMICO.COM | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS